segunda-feira, agosto 29, 2011

Sp. Ideal 2-0 Fayal Sport


1ª Eliminatória da Taça de Portugal
Domingo, 28 de Agosto de 2011
Estádio Municipal da Ribeira Grande
Árbitro: Carlos Décio (AF Setúbal) Assistentes: Bruno Vitorino e Rui Nunes.


Sp. Ideal – Gualter (gr), Rúben Couto, São Pedro, Bolinhas, Maradona, Vítor, Artur Santos, Ruizinho, Bento Freitas (cap), Vitinha e Samuel.
Treinador: Emanuel Simão.

Substituições: Rúben Couto por Nélson Faria (ao intervalo); Bento Freitas por Mário Jorge

Disciplina: nada a assinalar

Golos: Nélson Faria 54´, Bento Freitas 83´(g.p.)


Fayal Sport – Emanuel Ramos (gr), Emanuel Lopes, Sandro Paz, Marco Anselmo, Cádio Dias (cap), Alexandre Macedo, César Andrade, Sérgio Alvernaz, Tiago Medeiros, Pedro Rodrigues e Tiago Oliveira.
Treinador: Eugénio Botelho.

Substituições: Tiago Medeiros por Milton Mota; Tiago Oliveira por Wilson Sousa; Alexandre Macedo por André Neves

Disciplina: nada a assinalar

Golos: não houve

Fayal Sport eliminado da Taça de Portugal



Foto: regiaodesporto.com



Para a Ribeira Grande estava agendado o único confronto entre equipas Açorianas na primeira eliminatória da Taça de Portugal 2011/2012, o Sporting Ideal recebia o Fayal Sport.
Esta era a partida que marcava a estreia oficial de Emanuel Simão ao leme do Sporting Ideal, e marcava também o regresso do Fayal Sport às competições nacionais e também com um jovem treinador, Eugénio Botelho.
O Sporting Ideal entrou melhor e começou desde cedo a procurar chegar à vantagem, e por duas vezes Ruizinho na esquerda do seu ataque cruzou para a área do Fayal Sport, onde viu sempre São Pedro chegar atrasado para a emenda.
O Fayal Sport a partir dos 15 minutos conseguiu equilibrar as contas, sempre com o seu meio campo muito povoado e com a defesa esclarecida. O facto de estar a chover estava a provocar imensas dificuldades a ambos os conjuntos, e começava a tornar-se um acto comum ver alguns jogadores cair.
Ainda no primeiro tempo, o Fayal Sport por duas vezes quase conseguiu inaugurar o marcador, na sequência de dois livres junto da área de Gualter, sendo que o segundo livre proporcionou uma defesa muito complicada ao guardião do Sporting Ideal.

Emanuel Simão ao intervalo deu mostras de querer claramente vencer a partida e ao intervalo tirou Couto (defesa) e lançou o avançado Nelson Faria, que na época passada foi somente o melhor marcador da Série-Açores. E, na primeira vez que tocou no esférico atirou à meia volta um tudo nada por cima da baliza do Fayal Sport. Estava dado alerta para o que estava para vir.

O Sporting Ideal chegou à vantagem ao minuto 54, por intermédio do inevitável Nelson Faria, com este a receber o esférico e em posição privilegiada só teve de encostar para o golo.
Ao minuto 13, Nelson Faria aparece novamente isolado perante o guardião Faialense, Emanuel Ramos, mas desta feita atira ao lado da baliza.
A entrada de Nelson faria veio revolucionar a partida por completo, com a equipa do Sporting Ideal a obrigar o Fayal Sport a ficar remetido aos últimos 30 metros do seu meio campo.
Nelson Faria continuava endiabrado e aos 75 conseguiu conquistar uma grande penalidade, que o árbitro não teve dúvidas em assinalar.
Para a conversão foi chamado Bento Freitas que não vacilou e fez o 2-0.

in http://regiaodesporto.com/index.php?option=com_content&view=article&id=5737:nelson-faria-descomplica&catid=208:destaque


Resumo do jogo Sp. Ideal-Fayal Sport:

http://www.tvgolo.com/futebol.php?subaction=showfull&id=1314582375&archive=&start_from=&ucat=39&

sábado, agosto 27, 2011

Antevisão Sp. Ideal-Fayal Sport



Após três anos de ausência nesta competição, o Fayal Sport volta a jogar para a Taça de Portugal, deslocando-se à ilha de São Miguel para defrontar o Sporting Ideal, uma equipa que está presente tal como o Fayal na III Divisão Nacional Série Açores, onde curiosamente nesta 1ª eliminatória, será o único embate entre formações açorianas.

Ambas as equipas partem para esta temporada com o objectivo da manutenção, sendo que o Sp. Ideal no ano passado alcançou este objectivo, enquanto os verdes, regressaram esta época aos nacionais, após ter conquistado o título de campeão da AF Horta.

O jogo está marcado para as 15h00 deste domingo, no Campo Municipal da Ribeira Grande.

quarta-feira, agosto 24, 2011

Entrevista - Eugénio Botelho



Foto: regiaodesporto.com



Entrevista dada pelo técnico Eugénio Botelho, ao site regiaodesporto.com

Como foi conduzir o Fayal Sport a este regresso à Série-Açores?
Foi uma experiência intensa, muito exigente, trabalhosa, mas reconfortante no fim. Os jogadores foram inexcedíveis na sua entrega, na sua capacidade de trabalho, na sua competência. Foram eles os principais obreiros dos argumentos apresentados, que culminaram no título que reconduziu o clube a estas andanças.

Quais os objectivos para esta participação nesta edição da Série-Açores?
O clube tem um projecto que passa por, primeiro estabilizar financeiramente. Depois ganhar o seu espaço e estabilizar na Série Açores. Neste contexto o objectivo desta época é tentar a manutenção o mais rápido possível!

Acha que o plantel lhe oferece as garantias necessárias para garantir a manutenção?
O plantel foi escolhido tendo em conta o projecto do clube. Perante esse enquadramento conseguimos contar com 95% dos jogadores que pretendíamos.

Depois de derrotado em casa na sua apresentação pelo Madalena, o Fayal Sport foi à Madalena vencer. Este é um sinónimo de que esta equipa está mais forte que em anteriores participações na Série-Açores?
Quer dizer que esta equipa trabalha muito para ser competitiva em qualquer campo, com qualquer adversário, em quaisquer circunstâncias. Não há épocas iguais. Dizer se é mais forte, ou se vai fazer melhor, só no fim poderemos dizer.

O que vem trazer de novo ao seu plantel o reforços para esta época?
Os reforços vêm trazer qualidade, experiência e traquejo a este nível. Além disso tínhamos algumas lacunas em alguns sectores, pelo que estes reforços trazem-nos características novas e adequadas a essas lacunas.

Pela rivalidade conhecida entre as equipas do Faial e do Pico, e o facto de nas duas primeiras jornadas a sua equipa defrontar o Prainha e o Boavista, acha que este é um factor de maior motivação para os seus pupilos?
As rivalidades são de facto factores acrescidos de motivação. No entanto o nosso objectivo é conseguir a manutenção e não vencer a competição das rivalidades. Estamos focados no que é importante.

Na Taça de Portugal a sua equipa tem uma díficil deslocação à Ribeira Grande para defrontar o Sporting Ideal. Acha que já terá a sua equipa como deseja para este desafio?
A equipa estará como é possível neste momento da época. Esperamos evoluir muito mais.

Como você e a sua equipa foram vivendo o facto de o Estádio da Alagoa não ter as dimensões necessárias para competir na Série-Açores?
Sabemos que é uma realidade e um condicionalismo, que vamos ter de saber lidar e conviver a determinado timing da época.

Na sua opinião quem são os grandes candidatos ao título da Série-Açores 2011/2012?
Como em qualquer competição, as equipas que há mais anos militam nesse escalão ou são despromovidas de escalões superiores, à partida apresentam argumentos que não é possível os outros clubes apresentarem. Quem tiver capacidade financeira para aquisições sairá reforçado e será um aspecto importante a ter em conta. As equipas que reunirem estas condições são sem dúvidas fortes candidatos.

E acha que existe alguma equipa que se destaque pela negativa, pela fraca qualidade do seu plantel ou este será um Campeonato devéras equilibrado?
Sirvo-me da mesma reflexão, como em qualquer competição, as equipas que subiram a este escalão, à partida apresentam menos argumentos. Se tiverem capacidade financeira para aquisições sairão reforçadas e será um aspecto importante a ter em conta. De acordo com os sinais do tempo, parece-me que todas as equipas estão a fazer o que é possível e que teremos uma competição equilibrada.

Como analisa o actual momento do futebol sobe a égide da Associação de Futebol da Horta?
Há medidas que estão a ser tomadas, que são importantes para a organização dos quadros competitivos e há sensibilidade para a importância dessas medidas. Estão a ser tomadas boas medidas ao nível da formação mas que necessitam de ser concertadas com os clubes, sob pena de não surtirem efeitos práticos. Parece-me que o dirigismo é um aspecto importante em duas vertentes, primeira na gestão financeira dos clubes de forma a torná-los viáveis de direcção para direcção, e segunda nas opções desportivas tomadas a curto, médio e longo prazo, passando pelas escolhas dos agentes desportivos. Há que incrementar uma cultura de qualidade e competência, ao invés da cultura de facilitismo e mediocridade, que impera de já há muito tempo. Essa qualidade só se obtém investindo e preparando os mais jovens, mesmo e apesar de todos os problemas que vão surgindo a esse nível, fruto da evolução da nossa sociedade.

Mas considera ser possível num futuro próximo a Ilha do Faial ter duas equipas na Série-Açores?
Será muito difícil a curto ou mesmo a médio prazo ser possível, duma forma consistente, duas equipas da ilha do Faial coabitarem na Série Açores. A relação número de jogadores e qualidade não dá garantias de isso se poder vir a verificar.

Virando agulhas para a formação, na época passada o Fayal Sport foi a Angra do Heroísmo conquistar o título Regional de Juvenis, o que isto significa para o clube na vida actual e no futuro?
Para o clube significa que há trabalho de qualidade nos seus quadros, assim como jovens jogadores extremamente talentosos, o que permite dignificar e elevar o nome do clube em termos regionais e nacionais, perspectivando confiança no futuro e na utilização de alguns desses jovens jogadores na equipa sénior.

O Fayal Sport foi Campeão Regional com dois golos marcados e um golo sofrido, o que significam estes números?
Importa explicar que a equipa tinha um plantel muito curto e teve problemas de lesões, que levaram à utilização de alguns iniciados com bastante frequência. Tendo em conta as circunstâncias, estes números significam por um lado, o grande talento e capacidade individual da maioria destes jovens e por outro lado, a qualidade e competência dos responsáveis técnicos que orientaram esta equipa, que mesmo com estes condicionalismos, conseguiram levar a equipa a apresentar um futebol realista, prático, coeso e equilibrado.

O facto de o Salão e Fayal Sport terem conquistado o Campeonato Regional de Juvenis nas duas últimas épocas é sinal de que a formação na Associação de Futebol da Horta está bem e recomenda-se?
Antes de mais, é sinal de enorme talento por parte desses dois grupos de jogadores. Há alguns clubes que trabalham bem na formação. A própria Associação de Futebol da Horta reforçou muito bem os seus quadros técnicos e está a fazer um bom trabalho ao nível das selecções. Há que incrementar a tal cultura de qualidade e competência que referi há pouco e concertar políticas entre a Associação de Futebol da Horta e os clubes das duas ilhas. Não nos podemos esquecer dos fenómenos que estão aí, ao nível dos jovens e que os levam, a partir duma determinada faixa etária, a adoptar comportamentos que dificultam o desenvolvimento de trabalhos a médio e longo prazo.

Podemos dizer que a época passada foi uma das melhoras épocas do Fayal Sport, pelo facto de ter sido Campeão AFH de Futebol e Futsal, Campeão Regional de Juvenis, Campeão Regional de Andebol e Campeão Regional de Basquetebol feminino?
Foi sem dúvida uma das melhores épocas do clube, com muitos títulos em várias modalidades, escalões e géneros, à semelhança de outras, na década de noventa sobre a égide de António Macedo.

Agora que está perto a estreia oficial da sua equipa na época 2011/2012 que mensagem gostava de deixar aos sócios e adeptos do Fayal Sport?
Que não deixem de acreditar no trabalho que está a ser realizado, que não deixem de acreditar no valor e na capacidade dos jogadores, que sejam pacientes e dêem tempo ao tempo, porque há muita vontade, motivação e empenho para atingirmos os nossos objectivos, mas necessitamos do apoio dos sócios e simpatizantes.


in http://regiaodesporto.com/index.php?option=com_content&view=article&id=5718:eugenio-botelho-qnao-deixem-de-acreditar-no-trabalho-realizadoq&catid=208:destaque

segunda-feira, agosto 22, 2011

Torneio dos Ilhéus - Resultados

Resultados:

Madalena 1-0 Boavista de São Mateus (5-4 após g.p.)

Madalena 0-0 Fayal Sport (4-5 após g.p.)

Boavista de São Mateus 3-0 Fayal Sport

Classificação:
1º Madalena 5 pontos
2º Boavista de São Mateus 3 pontos
3º Fayal Sport 2 pontos

quinta-feira, agosto 18, 2011

domingo, agosto 14, 2011

Jogo particular

Em mais um jogo de preparação para a nova época, o Fayal Sport voltou a defrontar o Madalena, mas desta feita levou a melhor, vencendo por uma bola a zero, com o golo da turma faialense a surgir aos 55 minutos da segunda parte, através do avançado Mauro Furtado.

O técnico Eugénio Botelho fez alinhar a seguinte equipa:
- Dinis Faria (gr), Emanuel Lopes, Sandro Paz, Pedro Soares, Cádio Dias, Alexandre Macedo (cap), César Andrade, Sérgio Alvernaz, Tiago Medeiros, Pedro Rodrigues e Tiago Oliveira.
Jogaram ainda: Togui (gr), Emanuel Ramos (gr), Marco Anselmo, André Neves, Tiago Teixeira, Tiago Abreu, Wilson Sousa, João Gonçalves, Fernando Gomes, Milton Mota e Mauro Furtado.

quinta-feira, agosto 11, 2011

Fayal Sport apresentou-se aos sócios


O Fayal Sport apresentou-se nesta quarta-feira aos sócios, recebendo o FC Madalena, uma equipa que pelo segundo ano consecutivo vai militar na II Divisão, sendo derrotado por 3-0 (ao intervalo já perdia por uma bola a zero).
O técnico Eugénio Botelho fez alinhar a seguinte equipa:
- Emanuel Ramos (gr), Tiago Medeiros, Sandro Paz, Pedro Soares, Cádio Dias (cap), Alexandre Macedo, César Andrade, André Neves, Sérgio Alvernaz, Pedro Rodrigues e Mauro Furtado.
Jogaram ainda: Dinis Faria (gr), Togui (gr), Emanuel Lopes, Marco Anselmo, Tiago Teixeira, Tiago Abreu, Wilson Sousa, Fernando Gomes, Milton Mota e Tiago Oliveira.

No próximo sábado, os verdes deslocam-se ao Pico para voltar a defrontar o Madalena, em mais um jogo de preparação para a nova temporada.



PLANTEL FAYAL SPORT CLUB 2011/2012


GUARDA-REDES:

- Dinis Faria
- Emanuel Ramos
- Togui


DEFESAS:

- Sandro Paz
- Emanuel Lopes
- Marco Anselmo
- Cádio Dias
- Pedro Soares
- Sérgio Amorim (ex-Júnior)
- Tiago Abreu (ex-Júnior)
- Tiago Teixeira (ex-Júnior)


MÉDIOS:

- Alexandre Macedo
- Wilson Sousa (ex-Cedrense)
- César Andrade
- Sérgio Alvernaz (ex-Vitória do Pico)
- André Neves
- Rui Olavos (ex-Júnior)
- João Gonçalves (ex-Júnior)
- Tiago Medeiros (ex-Boavista de São Mateus)
- Milton Mota


AVANÇADOS:

- Rui Furtado
- Fernando Gomes
- Tiago Oliveira (ex-Boavista de São Mateus)
- Pedro Rodrigues (ex-Marítimo da Graciosa)
- Mauro Furtado (ex-Flamengos)


Treinador: Eugénio Botelho
Treinador-Adjunto: Edmundo Ramos
Massagista: José Pinho
Fisioterapeuta: Carla Mateus
Director: Manuel Rosa




Resumo do jogo Fayal Sport-Madalena feito pela RTP Açores:


video


terça-feira, agosto 09, 2011

Calendário Série Açores


1ªjornada (18-09-2011)
Boavista de São Mateus-Fayal Sport
Santiago-Lusitânia
Sp. Guadalupe-Praiense
Prainha-Águia dos Arrifes
União Micaelense-Sp. Ideal

2ªjornada (25-09-2011)
Fayal Sport-Prainha
Lusitânia-União Micaelense
Sp. Ideal-Boavista de São Mateus
Águia dos Arrifes-Sp. Guadalupe
Praiense-Santiago

3ªjornada (02-10-2011)
Sp. Guadalupe-Fayal Sport
Prainha-Sp. Ideal
Praiense-Águia dos Arrifes
Boavista de São Mateus-Lusitânia
Santiago-União Micaelense

4ªjornada (09-10-2011)
Fayal Sport-Praiense
União Micaelense-Boavista de São Mateus
Lusitânia-Prainha
Sp. Ideal-Sp. Guadalupe
Águia dos Arrifes-Santiago

5ªjornada (23-10-2011)
Águia dos Arrifes-Fayal Sport
Santiago-Boavista de São Mateus
Prainha-União Micaelense
Sp. Guadalupe-Lusitânia
Praiense-Sp. Ideal

6ªjornada (30-10-2011)
Fayal Sport-Santiago
Boavista de São Mateus-Prainha
União Micaelense-Sp. Guadalupe
Lusitânia-Praiense
Sp. Ideal-Águia dos Arrifes

7ªjornada (06-11-2011)
Fayal Sport-Sp. Ideal
Águia dos Arrifes-Lusitânia
Praiense-União Micaelense
Sp. Guadalupe-Boavista de São Mateus
Santiago-Prainha

8ªjornada (13-11-2011)
Lusitânia-Fayal Sport
Prainha-Sp. Guadalupe
União Micaelense-Águia dos Arrifes
Santiago-Sp. Ideal
Boavista de São Mateus-Praiense

9ªjornada (27-11-2011)
Fayal Sport-União Micaelense
Sp. Guadalupe-Santiago
Praiense-Prainha
Águia dos Arrifes-Boavista de São Mateus
Sp. Ideal-Lusitânia

10ªjornada (11-12-2011)
Fayal Sport-Boavista de São Mateus
Lusitânia-Santiago
Praiense-Sp. Guadalupe
Águia dos Arrifes-Prainha
Sp. Ideal-União Micaelense

11ªjornada (18-12-2011)
Prainha-Fayal Sport
União Micaelense-Lusitânia
Boavista de São Mateus-Sp. Ideal
Sp. Guadalupe-Águia dos Arrifes
Santiago-Praiense

12ªjornada (08-01-2012)
Fayal Sport-Sp. Guadalupe
Sp. Ideal-Prainha
Águia dos Arrifes-Praiense
Lusitânia-Boavista de São Mateus
União Micaelense-Santiago

13ªjornada (22-01-2012)
Praiense-Fayal Sport
Boavista de São Mateus-União Micaelense
Prainha-Lusitânia
Sp. Guadalupe-Sp. Ideal
Santiago-Águia dos Arrifes

14ªjornada (29-01-2012)
Fayal Sport-Águia dos Arrifes
Boavista de São Mateus-Santiago
União Micaelense-Prainha
Lusitânia-Sp. Guadalupe
Sp. Ideal-Praiense

15ªjornada (05-02-2012)
Santiago-Fayal Sport
Prainha-Boavista de São Mateus
Sp. Guadalupe-União Micaelense
Praiense-Lusitânia
Águia dos Arrifes-Sp. Ideal

16ªjornada (12-02-2012)
Sp. Ideal-Fayal Sport
Lusitânia-Águia dos Arrifes
União Micaelense-Praiense
Boavista de São Mateus-Sp. Guadalupe
Praiense-Santiago

17ªjornada (19-02-2012)
Fayal Sport-Lusitânia
Sp. Guadalupe-Prainha
Águia dos Arrifes-União Micaelense
Sp. Ideal-Santiago
Praiense-Boavista de São Mateus

18ªjornada (26-02-2012)
União Micaelense-Fayal Sport
Santiago-Sp. Guadalupe
Prainha-Praiense
Boavista de São Mateus-Águia dos Arrifes
Lusitânia-Sp. Ideal

sexta-feira, agosto 05, 2011

Taça de Portugal




Realizou-se o sorteio da Taça de Portugal na passada quinta-feira, sendo que nesta 1ª eliminatória entram os clubes presentes na II e III Divisão respectivamente, com o Fayal Sport a ter como adversário o Sp. Ideal, clube que milita igualmente na Série Açores, tal como a turma verde da Alagoa.

O jogo disputa-se no dia 28 de Agosto e será jogado no Campo Municipal da Ribeira Grande.